Prefeitura intensifica campanha pela formalização dos microempreendedores

A Prefeitura de Porto Feliz, através da Diretoria de Desenvolvimento Econômico Sustentável, em parceria com o Posto Sebrae instensificou a campanha pela formalização do microempreendedor individual.

O MEI é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

A Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um MEI legalizado.

Entre as vantagens oferecidas por essa lei está o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais.

Além disso, o MEI será enquadrado no Simples Nacional e ficará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL). Assim, pagará apenas o valor fixo mensal de R$ 34,90 (comércio ou indústria), R$ 38,90 (prestação de serviços) ou R$ 39,90 (comércio e serviços), que será destinado à Previdência Social e ao ICMS ou ao ISS. Essas quantias serão atualizadas anualmente, de acordo com o salário mínimo.

Com essas contribuições, o Microempreendedor Individual tem acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros.

Para mais informações o microempreendedor pode acessar o endereço virtual www.portaldoempreendedor.gov.br ou ir até o Posto Sebrae de Porto Feliz que fica na rua Adhemar de Barros, 320, ao lado da Prefeitura Municipal. O telefone de contato é o 3261-9047.

  • Vídeos

    Visite Porto Feliz: CASA DA CULTURA

    Rádio Porto

    Alternativo